Programação

Sexta dia 28 de Novembro de 2014

  • 13 horas- Troca de ideia sobre o Tattoo Circus
  • 15 horas- Lançamento da Revista Para Mudar Tudo + Vídeo

“O projeto “Para Mudar Tudo” tem como objetivo a propaganda dos pensamentos e valores libertários e radicais para pessoas que ainda não tiveram contato com essas ideias ou práticas mas que mesmo assim sentem que precisamos resistir à ordem política vigente. Ele conta com um texto introdutório ao pensamento anarquista em linguagem acessível, levado ao público por diferentes formatos: 4 mil cópias de uma revista impressa com cerca de 50 páginas, uma versão em PDF para download, uma versão em vídeo do mesmo texto com cerca de 8 minutos para circulação na internet, pôsteres e adesivos para serem difundidos nas ruas, espaços libertários, centros sociais, ou mesmo pregados nos quartos de jovens rebeldes. Tudo isso reunido em um site para download gratuito e de livre difusão”.

  • 17 horas- Oficina de Estêncil
  • 20 horas- Palco Aberto para Intervenções

 Sábado 29 de Novembro

  • 13 horas- Escrita de cartas para presxs
  • 15 horas- Grafismo Indígena “Pintura Corporal” Potyra e Zé Guajajara
  • 17 horas- Oficina de Defesa Pessoal Feminista e Introdução a Artes Marciais Mistas – Ação Direta Anarka

A oficina tem como objetivo encorajar mulheres, lésbicas e pessoas trans para se apropriar das técnicas de defesa pessoal – desde o fortalecimento emocional até o combate físico. Nos apoiamos também no treinamento de artes marciais mistas, como Boxe, Judô, Karatê, Muay Thai e Tae Kwon Do.

Não reconhecemos o Estado ou a polícia como formas de proteção, nem acreditamos em sua “justiça” e punições. Nossa defesa vem de nós mesmas e de nossas manas, retomando nossas forças e violência que o patriarcado tentou nos tirar.

As chaves para nossa segurança, autonomia e liberdade estão – antes de tudo – em nós mesmas. Cada vez que treinamos nossos corpos e mentes ficamos mais confiantes de ocupar os espaços que nos foram recusados pelo heteropatriarcado e pelo capitalismo!

Nossa maior vingança é sermos felizes!

Nenhuma agressão sem resposta!

Machistas, do século 21 vocês não passarão!

*Obs: Homens cis-hétero não poderão participar desta oficina por se tratar de uma proposta de espaço seguro para mulheres, lésbicas e pessoas trans.

  • 20 horas GIG com as Bandas:

NI UNA MÁS

PAGU FUNK

BELICOSA

DJ Agrofancha


Domingo 30 de Novembro

  • 13 horas Muralismo no CESAC
  • 15 horas Filme + Debate
  • Às 17 horas Teatro de Operações
  • Às 20 horas Freak Show com Cirko Akrata

CESACO CESAC (Centro de Etno-conhecimento Sócio-cultural e Ambiental Cauieré) existe desde 1993, sendo um patrimônio histórico de valor inestimável – e pólo de resistência cultural indígena – que está ameaçado de demolição pelos poderes públicos Estadual e Municipal do Rio de Janeiro (RJ)

Rua Maracá, nº7,  Tomás Coelho, próximo ao metrô de Tomás Coelho